Blog

Tudo que você precisa saber sobre Growth Hacking!

Tudo que você precisa saber sobre Growth Hacking!

Sumário

Reading Time: 5 minutes

Também conhecido como Marketing de Crescimento, o Growth Hacking tem se popularizado com diferentes variações de nomes – Growth Marketing, apenas “Growth” – e não seria para menos, já que essa estratégia tem mostrado potencial no crescimento das empresas, em especial startups.

Se interessou e quer saber mais sobre o Growth Hacking? Que bom! Porque preparamos um conteúdo especial para falar sobre este assunto, desde seu conceito até o passo a passo para colocá-lo em prática.

Tem muita coisa a ser dita sobre o Growth Hacking, então sem mais delongas, vamos logo ao que interessa!

Conhecendo o Growth Hacking

Se você ainda tem dúvidas sobre o que é o Growth Hacking, saiba que se trata de um conjunto de ações para o crescimento de sucesso contínuo da organização.

O objetivo é buscar as melhores práticas, mesmo que menos desconhecidas, para de maneira perspicaz identificar pontos críticos e solucioná-los de forma inteligente.

Ou seja, o Marketing de Crescimento, como o nome sugere, está munido de estratégias que usam dados e lógica de engenharia de software para identificar verdadeiras oportunidades de crescimento no mercado.

Uma ótima tática para a escalabilidade de startups, o Growth Hacking ainda é amplamente aplicado em estratégias de empresas famosas e bem-sucedidas, como é o caso do Facebook, Google, Netflix e Uber, por exemplo.

Profissionais para o Growth Hacking

Todos os profissionais que atuam no marketing da sua empresa precisam estar alinhados com o Growth Hacking, no entanto, esse time precisa de certas características, como colocado pela Resultados Digitais:

  • A equipe de Growth Hacker precisa praticar uma filosofia incessante de melhoria constante, bem como estando comprometidos em entender porque as experiências estão bem-sucedidas ou não e, juntos, ter a capacidade de escalar metodicamente o seu negócio às alturas;
  • O Growth Hacker precisa ter uma noção de código para conseguir “hackear” a internet e testar pequenas melhorias;
  • Este profissional deve conseguir coletar e analisar muitos dados para conseguir extrair receita dessas análises (seja em forma de melhoria do produto ou canal de aquisição);
  • O gestor de Growth precisa ter a mentalidade do Growth Hacker, mas o principal deve ser cuidar do processo de crescimento e fazer a gestão das pessoas, extraindo o máximo delas;
  • Os Growth Hackers precisam saber como projetar, operar e expandir a sua máquina de crescimento.

Funil Pirata

Agora que já sabemos o que é o Marketing de Crescimento, é preciso entender as cinco principais etapas que ele abrange, as quais estão estruturadas no funil de Growth Hacking, popularizado como Funil Pirata.

Antes de apresentarmos o funil, vale uma curiosidade: é chamado de Funil Pirata devido às iniciais das suas etapas: AARRR, referenciando o grunhido entoado por um pirata.

Funil de Growth HackingFonte: Takeblip

Aquisição: Etapa que consiste em executar práticas para atrair e conquistar novos clientes;

Ativação: A segunda fase do funil de Growth Hacking tem o propósito de entregar um produto e/ou um serviço, alinhado a garantir uma ótima experiência para o cliente;

Receita: Com a boa aplicação das etapas anteriores, ao cliente chegar nesta etapa do funil, ele provavelmente estará disposto a obter a sua solução.

Retenção: Indo adiante, depois do consumidor ter tido uma boa experiência e optado pela sua marca, é hora de fazer a fidelização do cliente.

Referência: Também podemos chamar essa etapa de indicação, ou seja, a consequência de executar as etapas anteriores com excelência, é que os seus clientes estarão propensos a te indicar para familiares e amigos.

Passo a passo para colocar o Growth Hacking em prática

Sua empresa já usa Growth Hacking em suas estratégias? Se sim, você já está familiarizado com o termo e suas funcionalidades, caso não, saiba que apesar de parecer complexo, por meio de ações diárias torna-se uma prática ágil e descomplicada, então sem pânico.

Seja qual for o seu caso, vale a pena conferir algumas ações que são essenciais para a estratégia de marketing de crescimento dar certo.

Seguir as etapas do Funil Pirata já é um caminho certo para fazer o Growth Hacking contínuo na sua empresa e assim colher bons resultados. Dito isto, considere:

Aproximação e reuniões contínuas entre os profissionais envolvidos

Acompanhamento é fator chave para o Marketing de Crescimento, então é fundamental realizar reuniões de alinhamento com todo o time, inclusive com a agência que vai ajudar a sua empresa no processo de aplicação das estratégias, se for o caso.

Ter essa aproximação, rotina de controle dos processos e alinhamento do que está sendo executado é essencial para não se dispersar do caminho traçado.

Para ir além, confira os 5 passos que a Resultados Digitais elencou para fazer Growth Hacking:

1. Geração de ideias

Faça um brainstorming para levantar problemas e oportunidades de melhoria no seu negócio.

2. Priorização ou modelagem

Defina a hipótese do experimento (o que será feito, o resultado esperado, pessoas e ferramentas envolvidas, métricas que serão analisadas).

3. Teste

Planeje bem as etapas, configure o experimento, teste o funcionamento e acompanhe os resultados.

4. Análise de resultados

Verifique se os resultados validaram a sua hipótese e escreva os aprendizados que você teve realizando o experimento.

5. Próximos passos

Se o experimento deu certo, é importante aplicá-lo de forma escalada, para que o aprendizado não fique restrito ao experimento.

Principais ferramentas para aplicar o Growth Hacking

São inúmeras as ferramentas disponíveis atualmente que podem ajudar na aplicação do Growth Hacking. Por isso, selecionamos as principais – mais populares e com maior índice de resultados satisfatórios – são elas:

Vale a pena investir no Growth Hacking?

Sem dúvidas sim, como você pôde ver, o Growth é um conjunto de estratégias eficazes de marketing de crescimento, não por menos, é uma metodologia adotada em grandes, bem-sucedidas e modernas empresas.

Além disso, os dados não mentem, a exemplo do McDonald’s que, nos anos 1950, expandiu nos Estados Unidos, aproveitando a popularização da indústria automobilística e abrindo filiais nas rodovias interestaduais de maior tráfego.

Exemplo este que mostra que as estratégias de Growth Hacking são mais antigas do que imaginávamos. No entanto, o termo e suas aplicabilidades vêm se popularizando nos últimos anos, como é o caso da Uber e do Cabify.

Segundo o FIA, essas duas empresas de aplicativo de transporte urbano costumam oferecer links compartilháveis para que os usuários convidem uns aos outros para ingressar na ferramenta.

A cada novo usuário, tanto o convidado quanto quem convida ganham um crédito que pode ser usado em corridas futuras.

E então?

O Growth Hacking é um termo bem amplo como você pôde ver, por isso, buscamos apresentá-lo de forma objetiva, bem como mostrar como ele pode ser aplicado e os benefícios que ele proporciona ao seu negócio.

Caso tenha ficado alguma dúvida sobre o assunto ou queria saber como podemos ajudar a sua empresa a aplicar o Growth Hacking, entre em contato conosco.

E para continuar se atualizando acesse nosso conteúdo sobre Instagram Reels e descubra como sua empresa pode utilizá-lo nas estratégias digitais!

Entre em contato agora
e vamos juntos alavancar sua empresa!