Blog

Landing page: saiba o que é e sua importância para o Inbound Marketing

Se você já clicou em um anúncio dentro de um site do Google ou até mesmo nas redes sociais, provavelmente foi direcionado para uma Landing Page.

Com o número de informações que circulam pela internet cada vez maior e atenção do usuário cada vez mais escassa, essa ferramenta do Inbound Marketing vem como uma opção capaz de direcionar o foco da sua persona apenas ao seu produto ou serviço.

Entretanto, a fim de que ele aterrisse nesta página, é preciso que seus anúncios sejam interessantes e persuasivos. Caso contrário, seu negócio será apenas mais um em meio a tantos outros no ambiente digital.

Nesse sentido, iremos falar mais sobre o que é a Landing Page, sua importância e alguns benefícios que você tem ao estruturá-la e usá-la em suas estratégias digitais! Continue a leitura!

O que é uma Landing Page?

É provável que já você tenha estado em uma Landing Page, mas talvez não sabia qual era o nome dela. Se você colocar no Google Tradutor “Landing Page” ele apresentará como tradução “Página de Destino”.

Normalmente este conceito sempre foi atrelado às páginas nas quais as pessoas aterrissavam, seja um conteúdo de blog, uma página no Facebook ou até mesmo quando você digita o site de uma empresa na barra de url e “cai” direto na home.

Entretanto, quando se fala de marketing digital, esse termo tem a mesma definição, mas com um objetivo mais específico: a conversão.

Então, ao invés de considerarmos uma Landing Page qualquer página que você acessa na internet, ao visualizarmos ela dentro das estratégias de marketing digital, ela pode e deve ser vista como uma ferramenta de captação de leads, uma página de conversão.

Algumas características que facilitam a identificação dela é que ela conta com elementos enxutos e todas as suas informações estão focadas em um único produto/serviço/material rico ou qualquer outra coisa que seja objetivo da oferta.

Quer um exemplo? Se você elaborou um material rico – e-book, infográfico, webinar, planilha, whitepaper, etc – e quer que ele traga clientes em potencial ao seu negócio, você precisa criar uma Landing Page para capturá-los.

Nela devem constar apenas informações sobre esse e-book, pontos que reforcem o que a pessoa vai ler no material, quais dúvidas que serão respondidas e como ele poderá ajudá-la em sua necessidade.

Dica importante: não coloque links que levam a outras páginas e materiais dentro desta Landing Page, pois o usuário poderá perder o foco e sair da página antes de realizar a conversão.

5 elementos essenciais em uma Landing Page

Título e Subtítulo

Título e subtítulo da landing page

Esses são dois elementos que devem ser pensados com cautela já que serão os primeiros a serem vistos e analisados pelo usuário. O ideal é que exista uma ligação entre o título e o conteúdo que estava no anúncio para que sua persona faça uma ligação entre um e outro.

O título deve proporcionar essa conexão com o anúncio que foi clicado e o subtítulo deve esclarecer resumidamente do que se trata o material, produto ou serviço que está sendo ofertado nesta Landing Page.

Seja claro e objetivo de forma que você o incentive a ler todas as outras informações da página para saber mais.

Imagem e Vídeo

Imagem e vídeo

Já não é novidade que imagens impactam muito o usuário na internet. Em uma pesquisa da Contentools em parceria com a Opinion Box, intitulada Hábitos de Conteúdo 2018, menciona que 4 em cada 10 brasileiros preferem ver fotos do que ler um texto.

Isso está muito relacionado às redes sociais, mas vale a pena trazer esse dado para a construção de uma Landing Page. Imagens de algumas partes do e-book – exemplo que utilizamos mais acima – carregam consigo a realidade do que é ofertado.

Se for um produto ou serviço, vale a pena também colocar uma foto real de alguns módulos do software ou alguém utilizando o produto, por exemplo.

Você pode colocar junto vídeos, pois eles também proporcionam uma maior confiança na pessoa para que ela preencha o formulário. A criatividade pode ser utilizada e também podem ser feitos vídeos falando sobre pontos específicos do produto ou serviço, bem como, quais benefícios a pessoa tem ao adquirir.

A Landing Page pode parecer necessitar um design muito incrível, mas não necessariamente.

Se ela for bem estruturada, com as informações corretas e com uma imagem e/ou vídeo que seja real ou esteja próxima da realidade do que é oferecido, com certeza será uma boa ferramenta de conversão.

Descrição da oferta

Descrição da oferta na landing page

Por se tratar de um espaço onde você tem a total atenção do usuário, descrever as informações importantes sobre a oferta é essencial. Esses pontos não precisam estar alocados apenas em uma parte da página, você pode explorar os vários espaços para enfatizar o que for relevante.

O necessário é que na parte superior você liste as questões mais primordiais do produto/serviço ou material rico e apresente os benefícios que a pessoa terá. O ideal é utilizar frases e tópicos curtos e objetivos.

Se for um produto ou serviço complexo, é bem provável que você precise aprofundar os argumentos. Se for realmente relevante, crie parágrafos curtos com o intuito de não cansar quem está lendo.

Existem Landing Pages enormes e que a princípio até assuntam devido ao número de informações, imagens, depoimentos, argumentos, benefícios, etc. Contudo, quem realmente está interessado na oferta vai ler tudo.

Então, o ideal é usar o bom senso e colocar as informações que você acredita serem indispensáveis para a sua persona não ter dúvidas sobre o que envolve aquela oferta e quais vantagens ela vai ter ao adquirir.

Formulário

É comum que assim que os usuários entram em uma Landing Page, exista uma insatisfação ao ver que precisam ser preenchidos campos para ter acesso a algo. Quem nunca teve essa sensação?

A questão é que sim, o formulário é algo que demanda um certo tempo, mas que precisa ser respondido para que você tenha informações para um próximo contato com aquele lead.

Mas, como fazer a sua persona não desistir de preencher o formulário? Seja breve e solicite apenas o essencial!

Vamos pegar novamente o exemplo do software de gestão. Se essa Landing Page tem como foco incentivar o usuário a solicitar um orçamento, informações como nome e e-mail são o básico.

Você pode solicitar também o nome da empresa e a quantidade de funcionários. Isso servirá de base para você iniciar um contato mais assertivo depois, quando elaborar o orçamento.

Claro, se você deixar o formulário apenas com nome e e-mail, ele poderá trazer mais conversões, mas você não terá dados para iniciar uma conversa com esse lead.

Por isso, quando elaborar o formulário, se questione a respeito de quais perguntas vão realmente lhe ajudar a entender mais sobre aquele possível cliente. Assim, ao entregar uma oferta personalizada e próxima da realidade dele, existem mais chances de você fechar negócio.

CTA (Call To Action)

Call to Action

Normalmente o CTA fica logo abaixo da última pergunta do formulário. Quando todas as perguntas estão respondidas o usuário clica e faz o download do material ou envia a solicitação de orçamento para o seu negócio, por exemplo.

Assim como falamos que a descrição da oferta pode apresentar argumentos ao longo da Landing Page, é possível também colocar CTA’s em outras partes dela.

Isso desde que você leve em consideração dois pontos: que todos eles levarão a uma mesma página/ação (o pedido de orçamento ou o download do material) e que eles serão colocados a mais se realmente forem necessários.

Se não existe muito a ser falado na LP, o ideal é apenas deixar o CTA que fica logo abaixo do formulário. Trabalhar com cores vivas e uma frase de ação como “Baixar agora” ou “Solicitar orçamento” já vão ser suficientes.

Bônus: prova social

Normalmente a prova social é utilizada em pedidos de orçamento ou até mesmo em Landing Pages de contratação de um serviço ou compra de um produto. Ou seja, em situações onde é indicado utilizar todas as “provas” possíveis de que o que o seu negócio tem a oferecer é a melhor opção para suprir a necessidade daquele usuário.

Nesse sentido, a prova social é uma das formas que mais geram empatia e confiança nas pessoas. Mas, o que ela é exatamente?

São os depoimentos escritos ou em vídeo, comentários nas redes sociais, e-mails, classificações no Facebook. Tudo que seus clientes tenham dito sobre o seu produto/serviço e que pode ser utilizado como prova social em uma Landing Page.

Quando você produzir um material rico como um e-book ou infográfico, por exemplo, não necessariamente é irrelevante colocar uma prova social, mas se torna mais difícil conseguir um depoimento de um cliente que já tenha feito o download.

Contudo, quando se trata de algo mais abrangente, é muito relevante divulgar a opinião de outros clientes, não só em Landing Pages como também no site, blog e redes sociais da sua marca.

Então, sempre que possível coloque vídeos, comentários, classificações e opiniões dos seus clientes nas LPs, isso reforça sua credibilidade e facilita na hora de conquistar o usuário para realizar a conversão.

Thank you Page

Thank you page - página de agradecimento

Como estamos falando de Landing Pages não poderíamos esquecer de mencionar as Thank you Page ou Página de Agradecimento.

Acima comentamos sobre os elementos essenciais em uma LP e também do CTA que é onde a pessoa irá clicar para ter acesso ao material ou solicitar um orçamento, por exemplo.

Nesse sentido, queremos te questionar a respeito de um ponto: para onde o usuário vai depois disso? Ao clicar no CTA a página fecha e ele não sabe para onde deve ir e o que fazer? O download inicia automaticamente? Ele tem um direcionamento sobre o próximo passo?

Elaborar uma nova página e apresentar uma mensagem de agradecimento é primordial para que o seu negócio demostre estar agradecido pelo usuário ter entrado em contato ou ter feito o download do material.

A partir do momento que ele preenche os dados e aperta no CTA não é mais um estranho ao seu negócio, é um cliente em potencial.

Na Thank you Page é o momento certo para você agradecer e sugerir algumas outras ações, como para ele conhecer outros produtos, conferir conteúdos relacionados no blog ou fazer o download de outros materiais complementares.

Então, construa também essa página de agradecimento e, se for pertinente, sugira outros conteúdos. Não esqueça de dizer o que ele precisa fazer: aguardar o seu e-mail, esperar o download automático ou qualquer outra ação.

O importante é deixar claro quando e como ele receberá o material ou será contatado para receber o orçamento. Precisa estar claro qual o próximo passo que ele ou a sua empresa precisa dar para continuar o caminho pela jornada de compra.

Em quais canais podem ser divulgadas as Landing Pages?

Quais ferramentas usar para montá-las?

Importância da Landing Page para o Inbound Marketing

O Inbound Marketing vai muito além da produção de conteúdo para aparecer nos primeiros resultados das buscas do Google de forma orgânica – não paga.

Ele é a junção de ações pagas e ações não pagas para atrair e educar o usuário a respeito da sua marca e seu produto/serviço e assim levá-lo ao longo da jornada de compra.

A Landing Page é uma ferramenta dentro do Inbound usada para atrair esses possíveis clientes e por isso tem papel importante para que essa estratégia digital funcione.

Isso porque, se você disponibilizar materiais ricos apenas com um link de download, sem pedir nenhum “cadastro”, esses usuários podem ir embora e você não terá nenhuma informação relevante sobre eles para iniciar um contato. Quer um exemplo do quanto essas informações são importantes?

A partir do momento que ele preenche o formulário e envia, se você conta com um software de automação de marketing, ele vai puxar todas as páginas que esse cliente em potencial passou dentro do seu site.

Isso vai facilitar e muito no seu primeiro contato, pois você consegue identificar pontos de interesse e necessidades dele, proporcionando em uma abordagem mais assertiva.

Outras vantagens da Landing Page

Vantagens da landing page - menor CAC

Ela facilita a segmentação de contatos, ou seja, com as perguntas essenciais do formulário você consegue enviar um e-mail marketing específico e focado na dor daquele usuário ou até mesmo, em uma aproximação em outros canais de contato.

E ainda, ela diminui o CAC (Custo de Aquisição de Clientes). Claro, você pode fazer anúncios pagos para divulgar essas LPs, mas pode também conseguir que o acesso a elas se propague através de informações e conteúdo de qualidade no blog e redes sociais.

A divulgação em canais digitais necessitará um menor investimento do que realizar uma abordagem por telefone ou pessoalmente.

Esses são só alguns exemplos, já que seria necessária uma lista grande para poder mencionar todos os benefícios e a relevância da Landing Page para a estratégia de Inbound.

Mas, a questão que queremos frisar é que através do uso de Landing Pages você consegue identificar cada usuário e algumas características e necessidades dele para assim iniciar um relacionamento mais próximo desde o início.

E então?

Você viu que falamos sobre o que é a Landing Page e quais são os elementos essências em sua estrutura. E ainda, comentamos sobre a página de agradecimento, canais de divulgação, ferramentas de criação de LPs e qual a importância dela para a estratégia de Inbound Marketing.

Não vamos dizer que é fácil construir uma LP que traga resultados, que seja capaz de gerar a conversão de muitos leads qualificados. Ela precisa ser testada com frequência e necessita ter os resultados monitorados.

Com testes A/B e análise dos resultados ao longo do tempo, é possível transformar suas Landing Pages em máquinas de leads! Só que claro, a oferta precisa atingir ou passar as expectativas dos usuários.

Uma oferta bem alinhada, uma LP bem estruturada e uma estratégia bem definida podem transformar a aquisição de clientes do seu negócio!

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! Se desejar, preencha nosso briefing de Inbound e saiba como podemos ajudá-lo a conquistar novos clientes!

Briefing Inbound

 

 

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado