Blog

Planejando o orçamento de Marketing para 2018

planejando-o-orcamento-de-marketing

Sumário

Reading Time: 5 minutes

Todo mundo que possui uma empresa sabe bem da importância de um orçamento bem planejado. Criar um orçamento ajuda a empresa a evitar custos imprevistos, reduz a possibilidade de gastos excessivos e ainda auxilia no alcance das metas e objetivos – que é o mais importante!

Isso vale para qualquer setor do negócio— inclusive o marketing! O orçamento é a parte crucial de qualquer plano de marketing, pois ele fornece uma visão geral e clara de todos os custos associados à realização das atividades de marketing e ajuda na definição de prioridades.

A importância de investir em marketing

O investimento constante em marketing está diretamente ligado ao retorno financeiro. Ele é a forma mais abrangente que uma empresa tem para se apresentar aos possíveis clientes e parceiros e também atingir, diretamente, seu público-alvo. Com o alto crescimento de ferramentas tecnológicas nos últimos anos, o marketing digital cresce muito e ele é, especialmente, um ótimo investimento para alcançar bons resultados no próximo ano.

Por que planejar?

Durante uma crise na organização, geralmente cortes financeiros precisam ser feitos. Em muitos casos as empresas acabam optando pelos cortes no setor de marketing, geralmente por não visualizarem o impacto direto do marketing no faturamento da empresa.

Uma boa estratégia de marketing é essencial para quem deseja atrair mais clientes e se tornar referência no mercado, mas é preciso cuidar para não pecar – nem pelo excesso, nem pela falta. Por isso que planejar é importante!

O planejamento é fundamental para assegurar que os recursos da empresa estejam sendo bem empregados. Dessa forma, você pode evitar desperdícios em atividades que não vão te trazer retorno e concentrar recursos e investimentos onde é mais importante e eficiente.

Além de tudo, quando existe um plano de orçamento, você consegue comparar o planejado com o real e verificar se os gastos estão dentro do que havia sido previsto no começo. Essa comparação é essencial para saber se os recursos da sua empresa não estão sendo utilizados aleatoriamente. Criar um plano detalhado e realista irá ajudá-lo a permanecer no orçamento e na tarefa para atingir seus objetivos de longo prazo.

Por onde começar?

O primeiro passo de qualquer planejamento é sempre a definição de objetivos. Primeiro a empresa deve saber onde quer chegar. Só a partir disso poderá pensar nos investimentos que quer fazer e no orçamento que precisará investir. Use e abuse das métricas durante o planejamento estratégico para o ano seguinte. Mensurar é uma das melhores formas de obter sucesso em um negócio!

OAdove objetivo de faturamento é um dos primeiros que a empresa deve definir, e a partir daí verificar o quanto ela precisa investir para chegar lá e em quais setores. Para uma empresa que tem alta maturidade de marketing e já mensura os resultados de suas campanhas, encontrar o investimento necessário para o setor não é tão complicado. Empresas mais experientes, tendem a saber o custo por impacto de cada campanha, seus custos por visitantes, leads e conversões. Além de conseguir prever quando uma ação de marketing se transformará em receitas para o negócio.

Porém, se a empresa ainda não possui muita experiência, o ideal é levantar os resultados de campanhas anteriores. Eentar entender como elas impactaram na geração de receitas da empresa e, então, criar um plano de marketing. Se a empresa é muito recente e está com muitas dificuldades de dar o pontapé inicial, procurar uma consultoria pode ser uma excelente ideia! Agência de marketing também podem dar uma noção do que é vantajoso no mercado e onde vale a pena investir.

O objetivo ideal!

O principal erro dos gestores é definir o quanto se quer gastar sem ter clareza de onde se quer chegar. Fazer Facebook Ads por que é legal ou criar um App Mobile porque toda empresa “tem que ter um”, geralmente não são boas ideias. Saiba sempre o porquê é importante ou necessário investir em tal estratégia e de que forma e em quanto tempo ela pode retornar o investimento para a empresa!

Quando a empresa ainda não tem um objetivo claro, é importante que ela defina qual sua métrica de sucesso inicial. Pense no que você quer medir para garantir seu sucesso: visitantes no site? Leads qualificados? Upsells para clientes existentes? Depois disso, é importante saber como cada ação de marketing se converte em cada uma destas coisas. E, só então, definir para onde deve ir o investimento.

Avalie quais são os gastos de Marketing atuais da sua empresa

Para que um orçamento faça sentido, é preciso planejar individualmente cada um dos gastos que ele precisa bancar. Obviamente cada empresa tem gastos diferentes, mas, pensando de modo geral, podemos chegar a alguns exemplos do que deve ser considerado na hora de planejar o orçamento de marketing:

– Agências de Marketing ou Freelancers: algumas empresas possuem equipe completa de marketing e fazem tudo internamento. Outras têm um setor interno com foco estratégico, mas apostam na terceirização para a execução dos projetos. E existem aquelas que terceirizam todo o trabalho. Avalie qual é a situação da sua empresa e, se necessário, considere os custos dos contratos no orçamento de marketing.

– Impressões: mesmo com o mundo virtual em alta, o marketing ainda investe muito em materiais impressos. Cartazes, folders e cartões de visita. Inclua a previsão anual desde gastos no seu orçamento!

– Anúncios digitais: grande parte das empresas já aderiu o uso de anúncios digitais, como o Google Adwords e o Facebook Ads. Se você já utiliza esses recursos, avalie qual foi o gasto no ano anterior e as novas metas. Se você ainda não se utiliza desta estratégia, pense na necessidade. E, caso faça parte do seu planejamento estratégico, não deixe de considerar este item no seu orçamento.

– Licenças de software: Para as empresas que possuem marketing interno, os softwares são necessários para realização de diversas tarefas no dia a dia. Considere o investimento relacionado aos softwares. Estejam eles ligados à edição de imagens, produção textual ou, até mesmo, automação de marketing.

Ideia: guarde uma reserva para experimentos!

Alguns canais tendem a ter resultados muito rápidos porém a um alto custo, como mídias pagas. Google Adwords e Facebook Ads. Por outro lado, marketing de conteúdo tende a demorar mais a trazer resultados a um custo mais acessível. A dica é: separe um orçamento para experimentar e acompanhar os resultados de cada pequena aposta.

Onde investir no Marketing Digital

Sabemos que nem toda empresa é igual e nem tudo que “está em alta” pode funcionar para todas. De qualquer forma, hoje não se obtém resultados verdadeiramente relevantes para o seu negócio sem investir em marketing digital. As escolhas devem ser de acordo com o planejamento de marketing digital da empresa e seus objetivos. Mas aqui lançamos algumas ideias de onde investir, se tratando do mundo web:

– Criação e manutenção constante de site;

– Google Adwords, Facebook Ads e outras mídias digitais;

– Produção de conteúdo relevante e de qualidade para o blog, redes sociais e materiais ricos;

– Equipe comprometida e qualificada, seja ela interna ou de agência contratada;

– Investimento em ferramentas como e-mail marketing, analytics, CRM e automação de marketing.

Entre em contato agora e vamos
juntos alavancar sua empresa!

Acompanhe nosso blog